Com provável saída de Guerrero, Flamengo volta ao mercado por centroavantes

Nesta segunda-feira (14), o CAS divulgou a decisão final sobre o caso de doping do atacante Paolo Guerrero. Mesmo admitindo que a concentração de benzoilecgonina encontrada no exame do jogador foi baixa, a entidade aumentou a punição para o período de 14 meses, colocando-o longe de uma renovação contratual com o Flamengo. E agora o clube da Gávea deve ir ao mercado para se recompor.

De acordo com informação do Globo Esporte, o clube da Gávea trata a chegada de uma nova peça para a posição como fundamental. Isso porque a equipe disputa três competições vistas como importantes: Copa do Brasil, Brasileirão e Copa Libertadores.

Com a iminente saída de Paolo Guerrero, o Rubro-Negro fica com Henrique Dourado e Lincoln como opções para a função. O primeiro, apesar de ser um dos artilheiros da equipe na temporada – ao lado de Vinicius Júnior – ainda não convence a Nação de que é o jogador ideal para o posto. Enquanto o outro tem apenas 17 anos e ainda é visto como uma promessa. Além deles, Felipe Vizeu ainda faz parte do plantel, mas está prestes a se transferir para a Udinese, da Itália, uma vez que a venda já está concretizada desde o início de fevereiro.

A possível contratação de um novo centroavante se dá por conta de que a saída de Guerrero não abre espaço apenas em campo, mas também na folha salarial. O peruano era quem mais recebia do clube mensalmente, em montante que beirava os R$ 900 mil, entre bonificações, salário e luvas.