Bandeira confirma possibilidade de levar estrutura da Ilha do Urubu para Gávea

Com os incidentes ocorridos na Ilha do Urubu – postes de iluminação caíram depois que fortes ventos assolaram a cidade – o Flamengo se viu obrigado a jogar no Maracanã. No programa Seleção Sportv, o presidente Eduardo Bandeira de Mello falou sobre a possibilidade de levar a estrutura da Ilha para a Gávea.

 – Como “seguro” a Ilha do Urubu foi um sucesso, embora ainda não descartamos a continuidade do seu uso. Mas se, por acaso, tivermos que descontinuar, essa alternativa de levar para a Gávea está no nosso radar também, de trazer aquele equipamento provisório para fazermos um estádio provisório de pequeno porte. Já conversamos, inclusive, com o prefeito e governador e já tivemos a autorização. Seria um “test-drive” para o futuro estádio da Gávea -, declarou Bandeira.

O Fla encontrou no estádio da Portuguesa o lugar ideal para mandar seus jogos no Rio. Com o alto custo do Maracanã e o impasse com o Botafogo – na época – que impossibilitava a utilização do Engenhão, o Mais Querido reformou a estrutura do estádio, conforme as exigências dos órgãos públicos, customizou e passou a mandar seus jogos em casa no local.

Enquanto isso, o Mengão se prepara para entrar no gramado do Maracanã mais uma vez. Na próxima quinta-feira (10), às 19h30 (horário de Brasília), o Flamengo encara a Ponte Preta no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro embate, em Campinas,  o clube da Gávea venceu por 1 a 0, com gol de Henrique Dourado, e precisa apenas de um empate para passar para as quartas de final da competição.